Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

07

Ativos Imobiliários
Ícone

Situação atual

O Projeto está na fase de tratativas preliminares. Na etapa atual, os técnicos da SEPLAG e do BNDES estão negociando os termos do contrato e elaborando o seu anexo principal: o Projeto Básico, que servirá de referência para a contratação da consultoria terceiriza pelo Banco. Antes da assinatura do contrato, deverão ser estabelecidos os ativos que farão parte da carteira, que deve ter em torno de 200 imóveis.

Informações

O estado do Rio Grande do Sul conta com aproximadamente 2.400 imóveis não destinados, espalhados por várias regiões do Brasil. O objetivo do projeto é definir a melhor destinação para uma determinada carteira de imóveis que não estejam sendo utilizados pelo estado, através de alienação direta, concessão, fundo de investimento, parceria público-privada, entre outros.

Visão geral

A modelagem de ativos será realizada com o auxílio do BNDES,  através de um contrato que será assinado entre o Banco e o estado do Rio Grande do Sul, no âmbito do Termo de Cooperação número FPE 314/2020, celebrado em fevereiro de 2020, cujo objeto é a  cooperação técnica entre os partícipes para o planejamento preliminar da estruturação de projetos de desestatização de ativos imobiliários.

A SEPLAG vem realizando reuniões semanais com a equipe de consultores do BNDES para viabilizar a contratação. Além de diversas listas de imóveis com características determinadas, a Secretaria encaminhou para o Banco um arquivo contendo o banco de dados do GPE, sistema que contém as informações dos imóveis pertencentes ao estado do RS, para auxiliar nas análises.

Links relacionados

Perguntas
Frequentes

Confira as principais dúvidas sobre os temas relacionados a parcerias, concessões, privatização e PPPs.

Consulte

Saiba mais

sobre o

Projeto

.RS Parcerias